Como Criar um Sistema Eficiente de Portaria e Controle de Acesso

A terceirização de portaria e controle de acesso em condomínios são questões que envolvem a responsabilidade da administração de um prédio ou condomínio de casas. A maioria das pessoas que sonha em morar num condomínio visa ter a segurança que o local possui e consegue oferecer para seus moradores e usuários.

 

As pessoas que frequentam um condomínio ou moram não querem ficar expostos a riscos, o que justifica a escolha por lugares que ofereçam sistemas de segurança eletrônica, porteiros e equipes especializadas e controle de entrada e saída.

Seja em locais sofisticados ou simples, é fundamental que o sistema de segurança e atendimento tenham planejamento e sejam executados da maneira adequada pelo síndico ou pela administradora.

 

A terceirização de portaria e controle de acesso em condomínios

A terceirização visa contratar uma empresa terceirizada que aloca funcionários treinados para atuar na portaria, limpeza e segurança de um condomínio, dispensando a contratação direta de funcionários.

O sistema de controle de portaria refere-se a um conjunto de métodos e de tecnologia que visa contabilizar e limitar o acesso a determinada propriedade, seja uma área comercial ou residencial.

 

Tipos de controle

Os condomínios podem optar por ter um  sistema básico de controle de entrada e saída, sistema de portaria remota ou uma combinação de ambos os métodos tecnológicos.

Em todos os casos, essas soluções podem integrar as máquinas (câmeras, computadores, dispositivos móveis) e programas de câmeras de vigilância.

 

A prática

A prática do controle exige a presença de porteiros treinados pelo próprio condomínio ou contratado por meio de empresas terceirizadas.

 

Tipos de portaria

Quando falamos em terceirização de portaria e controle de acesso em condomínios temos vários tipos de uso de portões e controles de entrada e saída. Veja mais a seguir.

 

Portões

Em certos sistemas eficientes de portarias, os condomínios podem escolher instalar portões de segurança integrados ao sistema de controle (hardware e software).

Principalmente, para empresas os portões podem ser usados em áreas de transporte, áreas de indústria e de estacionamento, por exemplo. Além de bloquear e desbloquear portões e portas, as novas tecnologias para o setor são direcionadas em “nuvem” de dados permitindo o monitoramento de cada atividade que envolva o acesso.

O acesso pode ser de pessoas, carros, caminhões e até de equipamentos. No caso de condomínio residencial, possibilita registrar a entrada e saída de moradores e visitantes.

 

Portaria remota

O sistema também pode ser inserido numa rede de portaria remota que usa tecnologia avançada de vídeo através de processo simplificado de dados.

 

Através desse sistema o porteiro pode falar  diretamente com os visitantes.

A utilização de portaria remota precisa de equipamentos avançados dependentes das câmeras de vídeos, nesse caso o condomínio pode achar melhor optar pela terceirização de portaria e controle de acesso em condomínios.

 

Nesse processo mais seguro e tecnológico de controle de entrada e saída, o porteiro consegue receber os visitantes com a possibilidade de registrar o uso de estacionamento, tempo de permanência no local além do monitoramento de câmeras de vigilância.

 

Quando falamos em serviço de portaria remota ela pode ser empregada em locais como shopping centers, condomínios com ampla área de acesso, e até de armazenamento de empresas.

 

A integração de sistemas

Quando nos referimos ao sistema integrado de controle de entrada e saída, é importante a utilização de uma integração que conte com equipamentos, recursos humanos, regras e procedimentos repassadas para a administração do condomínio.

 

O que o sistema de controle precisa?

O sistema de controle precisa de pessoas, métodos e equipamentos. Dentre os equipamentos primordiais podemos citar:

Câmeras para monitoramento;

– Guarita;

– Iluminação;

– Portões e fechadura;

– Sistema informatizado de controle de acesso;

– Biometria;

– Interfones;

– Dispositivos de registro digital.

 

A equipe

No processo de terceirização para condomínios, é importante que a empresa terceirizada ofereça para o condomínio equipes de recepção e segurança bem treinadas.

Sendo fundamental que a equipe conheça os sistemas e as funções para atuar de maneira correta com os moradores e visitantes.

 

Responsabilidade

É importante que a empresa terceirizada seja responsabilidade, sendo que, juridicamente, as responsabilidades de contratação e fiscalização de serviços sejam de responsabilidades do conselho do condomínio, de moradores e usuários, bem como de prestadores de serviços, entregadores e dos contratantes.

 

Recursos tecnológicos

Para o processo de terceirização de portaria e controle de acesso em condomínios atingir seus principais objetivos é importante que todos os recursos tecnológicos, equipamentos e equipe treinada seja de pleno acesso do condomínio.

 

No caso do controle de entrada e saída, por exemplo, o portão de acesso interno deve ser ativado e aberto pelo profissional de segurança com a certeza que todas as pessoas são conhecidas ou identificadas.

 

É fundamental assegurar a eficiência e eficácia do sistema como uma forma de usar a tecnologia para o controle de entrada e saída de pessoas.

 

Benefícios da tecnologia

Atualmente, as tecnologia apresentam alternativas bastante interessantes permitindo controlar acesso de pessoas através de cartões magnéticos, por código de barra, biometria ou  mesmo por meio de reconhecimento facial.

 

Cadastro prévio

Inicialmente, o condomínio pode realizar cadastramento simplificado de moradores, de veículos e visitantes através de softwares adequados.

 

Uso de câmeras

Sabemos que a utilização de câmeras de segurança ajudam a registrar a movimentação dentro e fora do prédio, ajudando a inibir a aproximação de possíveis invasores, além de oferecer apoio de ação para equipes de segurança no controle de acesso.

 

Estrutura

Na estrutura do prédio ou dos muros, o condomínio pode reforçar com a instalação de equipamentos estruturais em áreas internas e externas como alarmes, cercas elétricas e concertinas, além de grades e cercas complementares.

 

Conclusão

Portanto, a terceirização de portaria e controle de acesso em condomínios envolve a responsabilidade do conselho condominial, da empresa terceirizada contratada, além de todas as equipes envolvidas através de treinamento e utilização correta dos sistemas de controle.

 

Em relação aos visitantes, os porteiros e seguranças devem ser atentos e, em certos casos, rígidos, para evitar a aproximação ou invasão de estranhos não identificados. O principal objetivo é resguardar a segurança do condomínio, dos moradores e de seus frequentadores.

 

Esperamos que você tenha gostado deste artigo, compartilhe e deixe seu comentário 🙂

Enviar Mensagem
1
Precisa de ajuda?
Olá tudo certo😉
Como podemos te ajudar?
Powered by